segunda-feira, 6 de junho de 2016

BOM GARFO || Casanova

Foi num solarengo Domingo que eu finalmente consegui experimentar o Casanova. E antes de vos transportar para esta viagem de sabores, partilho convosco a dica que me disseram quando souberam que queria lá ir: cheguem cedíssimo. 
O Casanova não pode ser um restaurante que decidam à última da hora visitar. Tem de ser um restaurante que planeiem visitar. Isto porque ainda faltava meia hora para as portas abrirem e já havia uma fila gigante. Não foi problema para nós porque estávamos prevenidos e assim, quando o Casanova abriu, tivemos até a oportunidade de escolhermos onde queríamos sentar. Mas ainda estávamos apenas a ler o Menu e a fila já começava a esperar que saíssemos da mesa. 
Pelo dia e pela vista, decidimos ficar na zona exterior e valeu cem por cento a pena. A vista é arrebatadora para um Tejo azul e brilhante que contrasta com a vegetação esverdeada que rodeia todo o espaço de esplanada. É um convite para ficarmos e desfrutarmos de cada minuto.


Pedimos duas entradas, uma Burrata di Puglia que era sem dúvida uma entrada ideal para o Verão pela frescura mas que não me conquistou pelo sabor insípido e pelo excesso de alho no molho, e uma Saltimbocca, que é mozzarella fumada recheada com presunto e salva que me levou às estrelas. Uma entrada maravilhosa, saborosa e que prepara o estômago para o festim de pizza.

Para segundo prato, pedimos três pizzas; Uma Rústica com fiambre e cogumelos, uma Calabria com alcaparras, anchovas, azeitonas e alho - que eu não provei e por isso não posso dar opinião, mas a companhia gostou muito! - e a Mare, com camarão salteado. Para vos ser muito franca, estava cheia de medo que a minha pizza Mare fosse um erro porque, normalmente, em restauração, salteiam o camarão com demasiado alho e eu não gosto de temperos demasiado fortes em alho (acho que monopoliza todo o sabor). Mas estava perfeita! O camarão era cortado aos pedacinhos e não daqueles com miolo pequenino e o tempero estava magnífico. Todas as nossas pizzas eram de massa fina mas ricas em queijo derretido e com muito sabor. Provei a pizza Rústica e também adorei, com um forte travo a oregãos. 



É fácil compreender porque razão é que o Casanova significa casa cheia: porque as pizzas são de comer e chorar por mais, porque não faltam ingredientes e queijo (detesto quando as pizzas não têm quase queijo nenhum) as entradas são alternativas mas convidam-nos a uma montanha russa com o nosso paladar e a vista é soberba. Fica aqui prometido que voltarei pelas massas que também tinham um aspecto de fazer água na boca.


Para nossa (pouca) sorte apanhámos um dia em que o sistema de registo de compra estava avariado na zona de esplanada o que fez com que os empregados estivessem mais desorientados e os pedidos demorassem muito mais do que o esperado mas não consigo sequer considerar um infortúnio destes como um defeito da Casa. Lido com esse problema todos os dias em estágio e é brutalmente chato, mas não reflecte incompetência por parte da Casa, muito pelo contrário, mostraram-se expeditos no meio do caos, com uma simpatia extrema e prontos para nos atender a qualquer momento. E, para mim e depois desta experiência que vivo todos dias, isto revela mais sobre o carácter de um staff de empregados do que quando está tudo sobre rodas.

Em Santa Apolónia está um tesouro, há muito descoberto, perfeito para Domingos sem horários, para nos derretermos com a vista cheia de barquinhos e para conversas animadas com pizzas nos nossos garfos e sorrisos nos nossos lábios.

______________________________
Av. Infante Dom Henrique, Loja 7, 1900-264
Lisboa
Contacto: 218 877 532

7 comentários:

  1. Estar a estudar para os exames e pores-me totalmente com água na boca e a desesperar por uma visita à capital... Not fair! :p

    ResponderEliminar
  2. Não conheço o espaço mas dou-te os parabéns pela publicação porque, na minha opinião, é uma das mais completas que já fizeste dentro desta temática.

    ResponderEliminar
  3. Este teu post a esta hora é um crime!!
    Uma pessoa vai jantar, em casa e em modo estudo para exames, e o estômago começa a implorar pizza!
    Já tinha ouvido falar da casanova mas ainda não tinha calhado lá ir. Eu sabia que era concorrida mas não tanto :O Provavelmente ser um domingo ainda tornou mais caótico! Mas vou levar a dica em consideração. Ainda tenho a forno d' oro também para experimentar!

    ResponderEliminar
  4. Fiquei com vontade de ir a Lisboa só para ir aí!! :)

    ResponderEliminar
  5. Babei-me porque, primeiro, estamos a falar de pizza; segundo porque são 10h da manhã e acabei de acordar; terceiro, porque esta publicação está tão bem escrita e organizada que a vontade quadriplica sem nos apercebermos!
    Considero-me, oficialmente, a leitora balofa do "Bom Garfo"! Tu tens sempre sugestões tão boas! O meu lado gordo agradece eheh!

    Beijinhos :*
    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  6. As massas que me perdoem mas se há pizzas, estou aqui haha. Por norma não costumo ser grande apreciador das desse tipo, com a massa extremamente fina, mas aquela última recheada de queijo convenceu-me. A vista é fantástica e não acredito que não conhecia o espaço.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  7. Fiquei convencida! Tenho que lá ir :D

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)